Cânticos 1

Meditação sobre o Livro dos Cânticos 1 ou Cantares 1

Cântico dos cânticos, que é de Salomão.
Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho.
Suave é o aroma dos teus ungüentos; como o ungüento derramado é o teu nome; por isso as virgens te amam.
Leva-me tu; correremos após ti. O rei me introduziu nas suas câmaras; em ti nos regozijaremos e nos alegraremos; do teu amor nos lembraremos, mais do que do vinho; os retos te amam.
Eu sou morena, porém formosa, ó filhas de Jerusalém, como as tendas de Quedar, como as cortinas de Salomão.
Não olheis para o eu ser morena, porque o sol resplandeceu sobre mim; os filhos de minha mãe indignaram-se contra mim, puseram-me por guarda das vinhas; a minha vinha, porém, não guardei.
Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma: Onde apascentas o teu rebanho, onde o fazes descansar ao meio-dia; pois por que razão seria eu como a que anda errante junto aos rebanhos de teus companheiros?
Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores.
Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó meu amor.
Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço com os colares.
Enfeites de ouro te faremos, com incrustações de prata.
Enquanto o rei está assentado à sua mesa, o meu nardo exala o seu perfume.
O meu amado é para mim como um ramalhete de mirra, posto entre os meus seios.
Como um ramalhete de hena nas vinhas de En-Gedi, é para mim o meu amado.
Eis que és formosa, ó meu amor, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas.
Eis que és formoso, ó amado meu, e também amável; o nosso leito é verde.
As traves da nossa casa são de cedro, as nossas varandas de cipreste.
Cânticos 1:1-17

Reflexão

A autoria de Cantares de Salomão é anunciada no verso primeiro, sendo essa inclusive a visão tradicional entre judeus e cristãos (I Re 4:32) mas mesmo assim, não se sabe de fato quem é seu autor. Principalmente porque a tradução deste primeiro versículo poderia apontar também “Cântico dos cânticos, para Salomão.” e porque é possível que o sobrescrito de 1:1 não se refira a todo livro, apenas uma parte. Há ainda outras razões, mas isso agora não é de nosso objetivo geral. O fato é que pairam dúvidas.

O propósito do livro é o de celebrar a bênção do amor romântico entre o marido e a esposa.

Uma das interpretações diz que Cantares é portanto a história de amor entre um pastor e a Sulamita como crítica a Salomão. Não se trata, no entanto, de Cântico “de” Salomão, mas “para” Salomão. Há quem crê que Cantares é a história de amor envolvendo três personagens o Pastor , a Sulamita e Salomão. Ambos no entanto defendem que a linguagem, o gênero literário e o sentido de Cantares é extremamente picante, classificando-o como ERÓTICO SAGRADO.

Há quem defenda também uma visão que anuncia o profundo relacionamento entre Cristo e a Igreja e busca assim em Cantares explicações e interpretações nesse sentido.

Eu, particularmente, nada tenho contra, uma vez que Deus criou a família, homem e mulher, macho e fêmea os fez, para serem um, tanto na junção de seus corpos, como no Senhor. A união do homem é tão abençoada e divina que Deus concedeu que por meio dela o homem gerasse filhos à sua imagem e à sua semelhança que são, na verdade, também imagem e semelhança de seu Criador. Ainda, Paulo, pelo Espírito Santo, compara essa união, esse relacionamento divino, entre o homem e a mulher, como o relacionamento entre Cristo e a Igreja.

Suas verdades fundamentais: Deus concedeu o amor romântico entre marido e a esposa como um maravilhoso presente; homens e mulheres nos laços do casamento devem deleitar-se um com o outro emocional e fisicamente.

Fonte: http://www.jamaisdesista.com.br/


Belíssima canção católica inspirada na livro bíblico de Cântico dos Cânticos ou Cantares. É um verdadeiro HINO AO AMOR Ágape.

Título Original: “Ma toute Belle” da banda Gen Rosso

Composição: Nino Mancuso

Deixe uma resposta