Provérbios 23

Meditação no Livro Provérbios – Cap. 23

Quando te assentares a comer com um governador, atenta bem para o que é posto diante de ti,
E se és homem de grande apetite, põe uma faca à tua garganta.
Não cobices as suas iguarias porque são comidas enganosas.
Não te fatigues para enriqueceres; e não apliques nisso a tua sabedoria.
Porventura fixarás os teus olhos naquilo que não é nada? porque certamente criará asas e voará ao céu como a águia.
Não comas o pão daquele que tem o olhar maligno, nem cobices as suas iguarias gostosas.
Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele. Come e bebe, te disse ele; porém o seu coração não está contigo.
Vomitarás o bocado que comeste, e perderás as tuas suaves palavras.
Não fales ao ouvido do tolo, porque desprezará a sabedoria das tuas palavras.
Não removas os limites antigos nem entres nos campos dos órfãos,
Porque o seu redentor é poderoso; e pleiteará a causa deles contra ti.
Aplica o teu coração à instrução e os teus ouvidos às palavras do conhecimento.
Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá.
Tu a fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma do inferno.
Filho meu, se o teu coração for sábio, alegrar-se-á o meu coração, sim, o meu próprio.
E exultarão os meus rins, quando os teus lábios falarem coisas retas.
O teu coração não inveje os pecadores; antes permanece no temor do Senhor todo dia.
Porque certamente acabará bem; não será malograda a tua esperança.
Ouve tu, filho meu, e sê sábio, e dirige no caminho o teu coração.
Não estejas entre os beberrões de vinho, nem entre os comilões de carne.
Porque o beberrão e o comilão acabarão na pobreza; e a sonolência os faz vestir-se de trapos.
Ouve teu pai, que te gerou, e não desprezes tua mãe, quando vier a envelhecer.
Compra a verdade, e não a vendas; e também a sabedoria, a instrução e o entendimento.
Grandemente se regozijará o pai do justo, e o que gerar um sábio, se alegrará nele.
Alegrem-se teu pai e tua mãe, e regozije-se a que te gerou.
Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos.
Porque cova profunda é a prostituta, e poço estreito a estranha.
Pois ela, como um salteador, se põe à espreita, e multiplica entre os homens os iníquos.
Para quem são os ais? Para quem os pesares? Para quem as pelejas? Para quem as queixas? Para quem as feridas sem causa? E para quem os olhos vermelhos?
Para os que se demoram perto do vinho, para os que andam buscando vinho misturado.
Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente.
No fim, picará como a cobra, e como o basilisco morderá.
Os teus olhos olharão para as mulheres estranhas, e o teu coração falará perversidades.
E serás como o que se deita no meio do mar, e como o que jaz no topo do mastro.
E dirás: Espancaram-me e não me doeu; bateram-me e nem senti; quando despertarei? aí então beberei outra vez.
Provérbios 23:1-35

 

“Filho meu, se o teu coração for sábio, alegrar-se-á também o meu; exultará o meu íntimo, quando os teus lábios falarem coisas retas.” (Pv 23;15-16)
Um coração sábio é o que guarda a sabedoria é o que não perde tempo com sentimentos vazios que não lhe acrescentam em nada. É um coração que não se deixa levar pelos impulsos de suas vontades, pois, está controlado não por sentimentos mas pela razão. É um coração que está segundo o coração de Deus e por isso o coração de Deus se alegra com Ele. Deus se alegra quando nosso coração está segundo o coração d’Ele, pois, Ele encontra espaço para realizar os Seus planos em nossa vida e sabe que não iremos agir segundos nossas próprias vontades.
Que recompensa maravilhosa essa não é mesmo! Em meio a tanta falta de sabedoria que vemos nesse mundo, descobrir o que alegra o coração de Deus é como encontrar um tesouro escondido. Se você desejava saber o que faltava em você para agradar a Deus, eis aqui um segredo: ter um coração sábio!Como vimos anteriormente, nossa boca não pode ser fonte do bem e do mal. Não podemos falar segundo as nossas emoções, pois, isso arruína a própria vida. Quando falamos coisas retas, ou seja, quando nossa boca é usada somente para uma finalidade independente das circunstâncias, então, agradamos ainda mais a Deus e a nossa alma se fortalece. Deus se alegra quando andamos em Sua justiça, quando saem da nossa boca palavras de vida para levantar os que estão ao nosso redor.

“Não tenha o teu coração inveja dos pecadores; antes, no temor do Senhor perseverarás todo dia. Porque deveras haverá bom futuro; não será frustrada a tua esperança.” (Pv 23;17-18)
Esse versículo me chamou a atenção porque nos revela uma realidade que infelizmente acontece no meio dos que se dizem filhos de Deus. Muitas vezes ao comparar sua vida com a de uma pessoa que não conhece a Deus você se questiona o porque da vida dela parecer ser mais abençoada que a sua. Você tem buscado em Deus, tem lutado pelos seus sonhos, mas parece que nada acontece. Muitos que pensaram assim, repito muitos, abandonaram suas vidas com Deus para conquistarem o seu sonho no mundo. Não vamos nos enganar contra um fato: conquistar as coisas no mundo é bem mais fácil do que conquistar as coisas com Deus! Mas, ninguém para pra refletir nas consequências de cada escolha. Podemos sim conquistar muitas coisas no mundo, mas quando se trata de estabelecer o que se conquistou a história é completamente diferente.
É como edificar uma casa na areia. Ela é erguida construída com mais facilidade e não importa o quão bonita você a faça, quando vir a tempestade ele irá desmoronar e se tornar um nada. É assim que tem acontecido com aqueles que saem dos planos de Deus para conquistar seus sonhos no mundo. Quando saem da Casa de Deus têm aquela sensação de liberdade, de alívio.Vão e começam a conquistar o que outrora não conquistavam quando estavam com Deus. É um emprego novo, é um relacionamento com uma pessoa “maravilhosa”, conquistam uma nova vida. Passa-se o tempo e se sentem satisfeitos com a vida que estão vivendo agora, deixam um pouco de lutar para curtir tudo que conquistaram naquele meio tempo. Sente-se libertos de todas aquelas regras que viviam quando seguiam a Deus. Até que vem o primeiro problema, enfrentam e vencem. Começa a surgir um vazio, então o preenche com as coisas que o mundo lhe oferecem. Vem outro problema, a situação começa a ficar diferente. Surge então uma dificuldade e a pessoa já começa a se desesperar e aos poucos aquela casa formosa que construiu vai desmoronando até não sobrar mais nada. E então a pessoa se lembra de quando estava na Presença de Deus e possuía um bem muito valioso que jogou fora, se considera tão ingrata que já não tem mais forças para voltar. Pare e pense se não é assim?!!
Não importa o quão difícil seja esperar em Deus, na hora certa Ele irá nos abençoar. Quando confiamos nossos planos em Deus, estamos firmando nossos sonhos na rocha. Pode demorar o tempo que for para se realizar, porém, mesmo passando por dificuldades nosso sonhos não será destruído. O tempo de espera é a preparação para quando recebermos a nossa benção, assim como uma futura mamãe se prepara os nove meses de gestação para a chegada do filho. O que nos faz confiar e permanecer nos planos de Deus sem desviarmos é o nosso temor. Quando tememos a Deus temos a certeza de que as Suas promessas irão se cumprir. Deixamos Deus no controle de nossas vidas e não importa se outras pessoas estão sendo abençoadas antes de nós, temos a certeza de que a nossa hora vai chegar e quando ela chegar iremos dizer: como valeu a pena ter esperado!
Deus sabe exatamente o que queremos e esperamos d’Ele, Ele conhece cada um dos nossos sonhos e por isso quando esperamos n’Ele, Ele realiza mais do que sonhamos e merecemos.
A espera é marcada muitas vezes por dores, choro, sofrimento, ansiedade mas como diz a Palavra de Deus: “Todas as coisas cooperam para os que amam a Deus”. Você não tem confiado em Deus em vão, independente do que as circunstâncias lhe mostrem! A sua esperança jamais será frustrada e o seu futuro será melhor do que você sempre sonhou. Apenas confie e não se aparte do temor de Deus.

 

Fonte: http://perolascomsabedoria.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta