Salmo 145

Hino de louvor
Canção de louvor. De Davi.

Eu te exaltarei, ó Deus, rei meu, e bendirei o teu nome pelos séculos dos séculos e para sempre.
Cada dia te bendirei, e louvarei o teu nome pelos séculos dos séculos e para sempre.
Grande é o Senhor, e muito digno de louvor, e a sua grandeza inescrutável.
Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciarão as tuas proezas.
Falarei da magnificência gloriosa da tua majestade e das tuas obras maravilhosas.
E se falará da força dos teus feitos terríveis; e contarei a tua grandeza.
Proferirão abundantemente a memória da tua grande bondade, e cantarão a tua justiça.
Piedoso e benigno é o Senhor, sofredor e de grande misericórdia.
O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras.
Todas as tuas obras te louvarão, ó Senhor, e os teus santos te bendirão.
Falarão da glória do teu reino, e relatarão o teu poder,
Para fazer saber aos filhos dos homens as tuas proezas e a glória da magnificência do teu reino.
O teu reino é um reino eterno; o teu domínio dura em todas as gerações.
O Senhor sustenta a todos os que caem, e levanta a todos os abatidos.
Os olhos de todos esperam em ti, e lhes dás o seu mantimento a seu tempo.
Abres a tua mão, e fartas os desejos de todos os viventes.
Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, e santo em todas as suas obras.
Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade.
Ele cumprirá o desejo dos que o temem; ouvirá o seu clamor, e os salvará.
O Senhor guarda a todos os que o amam; mas todos os ímpios serão destruídos.
A minha boca falará o louvor do Senhor, e toda a carne louvará o seu santo nome pelos séculos dos séculos e para sempre.
Salmos 145:1-21

145—150 Canção de louvor. Estes últimos salmos do saltério são todos hinos unicamente dedicados ao louvor a Deus. Geralmente imaginamos que todo o livro de Salmos se caracteriza por esse tipo de louvores, mas basta lê-lo inteiro para perceber que não é assim. É só agora, no final de tudo, que chegamos à hora dos louvores sem fim, sem precisar dar mais atenção para problemas da vida, inimigos ou outros sentimentos que nos habitam. Veja o quadro “Para começar a louvar” (Sl 9).
145.1-21 sempre te louvarei. Este salmo repleto de louvores é um poema acróstico, alfabético (cada verso começa com a letra seguinte do alfabeto hebraico), que descreve a grandeza e a bondade de Deus, manifestadas de muitas e muitas formas. Quem pode compreender a sua grandeza? (vs. 3,6). Seus atos são poderosos (vs. 4,6), ele faz coisas maravilhosas (v. 5), sua bondade e fidelidade são imensas (v. 7), ele é cheio de compaixão e amor (v. 8) e cuida com carinho de todas as suas criaturas (v. 9). Por isso, todas as criaturas, os seres vivos e todos os povos devem louvá-lo (vs. 10-16). De modo especial, aqueles que o temem (v. 19), os que foram salvos da morte (v. 19), que são protegidos e amados (v. 20), têm o privilégio de louvar a Deus e agradecer a ele todos os dias para sempre.
145.1 Meu Deus e meu Rei. Deus é Rei para sempre (v. 13). Ao nos colocarmos — como faz Davi — conscientemente em nosso lugar, assumindo em nosso coração e também publicamente a posição de súditos e criaturas desse Deus, estamos começando a louvá-lo. Veja também o quadro “Salmos Reais e Messiânicos” (Sl 22).
145.5-7 eu anunciarei a tua grandeza. Mesmo sem poder compreender e explicar a grandeza de Deus (v. 3), Davi não deixa de reconhecê-la e de falar como Deus é grande; certamente essa disposição é fruto da atitude de contemplar e meditar nas coisas maravilhosas que ele faz. falarão… e cantarão com alegria. A grande bondade, a justiça e a fidelidade de Deus merecem ser ensinadas e também celebradas em cânticos. Veja também o quadro “Meditando nos Salmos” (Sl 3).
145.8-21 cuida com carinho de todas as suas criaturas. Repare quantas vezes neste salmo se repete a palavra “todos” ou “todas”, especialmente neste trecho. Nosso Deus é universal, dá atenção, amor e cuidado para todas as pessoas e animais. O SENHOR é bondoso com todos. A misericórdia do Senhor é grande, e aparece em todas as suas obras.
145.14 Ele ajuda os que estão em dificuldade. Se você estiver passando por dificuldades na vida, lembre-se de que pode contar com a ajuda de Deus (veja também v. 18).
145.15-16 dá alimento a todos no tempo certo. Jesus nos ensinou a olharmos para os passarinhos para aprendermos a verdade de que Deus cuida de nós, e o faz com generosidade. Veja Mt 6.26-27, nota.
145.20 mas destruirá todos os maus. Esta é a única frase em todo o salmo que menciona um castigo de Deus, em vez de uma bênção. Isso provavelmente quer nos ensinar que o extermínio da maldade e dos maus da terra faz parte da bondade de Deus (embora ele absolutamente não deseje a morte de ninguém, nem dos maus, veja Ez 18.23).
145.21 o Santo Deus. O salmo começa e termina de forma semelhante: afirmando que todos os dias o Senhor é digno de louvor, e encorajando a que “todos os seres vivos louvem o Santo Deus para sempre”.

Deixe uma resposta