Nossa Senhora do Ó

Nossa Senhora do Ó é uma devoção mariana surgida em Toledo, na Espanha, remontando à época do X Concílio, presidido pelo arcebispo Santo Eugênio, quando se estipulou que a festa da Anunciação fosse transferida para o dia 18 de Dezembro. Sucedido no cargo por seu sobrinho, Santo Ildefonso, este determinou, por sua vez, que essa festa se celebrasse no mesmo dia, mas com o título de Expectação do Parto da Beatíssima Virgem Maria. Pelo fato de, nas vésperas, se proferirem as antífonas maiores, iniciadas pela exclamação (ou suspiro) “Oh!”, o povo teria passado a denominar essa solenidade como Nossa Senhora do Ó. (in: SILVA, Pe. Martinho da. Flores de Maria)

Torres Novas, Portugal:

Em portugal , o culto à Expectação do Parto, ou a Nossa Senhora do Ó, teria se iniciado em Torres Novas (SANTA MARIA, Frei Agostinho de. Santuário Mariano), onde uma antiga imagem da Senhora era venerada na Capela-mor da Igreja Matriz de Santa Maria do Castelo. Esta imagem era conhecida à época de D. Afonso Henriques por Nossa Senhora de Almonda (devido ao rio Almonda, que banha aquela povoação), à época de D. Sancho I por Nossa Senhora da Alcáçova (c. 1187) ou, a partir de 1212, quando se lhe edificou (ou reedificou) a igreja, por Nossa Senhora do Ó. Esta imagem é descrita pelo mesmo autor como:

É esta santa imagem de pedra mas de singular perfeição. Tem de comprimento seis palmos. No avultado do ventre sagrado se reconhecem as esperanças do parto. Está com a mão esquerda sobre o peito e a direita tem-na estendida. Está cingida com uma correia preta lavrada na mesma pedra e na forma de que usam os filhos de meu padre Santo Agostinho.
Registam-se outras imagens da Senhora do Ó em Águas Santas, em Elvas, em Tomar, em Viseu e em Sobral da Adiça.

Nossa Senhora do Ó é a padroeira de vinte e três freguesias portuguesas, situadas na sua maioria nas dioceses mais setentrionais do país:

Águas Santas (diocese do Porto);
Aguim (até 11 de Junho de 1993 chamada Nossa Senhora do Ó de Aguim, na diocese de Aveiro);
Ançã (diocese de Coimbra);
Aveleda (diocese de Braga);
Barcouço (diocese de Coimbra);
Cadima (diocese de Coimbra);
Carvoeira (patriarcado de Lisboa);
Covelo (diocese do Porto);
Duas Igrejas (diocese do Porto);
Estela (diocese do Porto);
Freixo da Serra (diocese da Guarda);
Gulpilhares (diocese do Porto);
Vilar (chamada Santa Maria de Vilar), (diocese do Porto);
Lordelo (diocese de Viana do Castelo)
Mire de Tibães (diocese Braga)
Nogueira (diocese do Porto);
Olaia (diocese de Santarém);
Paião (diocese de Coimbra);
Reveles (povoação de Verride) (diocese de Coimbra);
Vilar (patriarcado de Lisboa).
Alcanadas – Aldeia da diocese de Leiria – Fátima
Valada do Ribatejo (diocese de Santarém);
Rio de Fornos, Vinhais (diocese de Bragança)
Carvalhal de Cheleiros Mafra-Lisboa
Alvarelhos, Valpaços (Diocese de Vila Real)

No Brasil:

No Brasil, o culto iniciou-se à época desde o início da colonização, com o Capitão donatário Duarte Coelho, na Capitania de Pernambuco. Tendo fundado a vila de Olinda, nessa povoação erigiu-se uma Igreja sob a invocação de São João Batista, administrada por militares, onde era venerada uma imagem de Nossa Senhora da Expectação ou do Ó. De acordo com Frei Vicente Mariano, também se tratava de uma imagem pequena com cerca de dois palmos de altura, entalhada em madeira e estofada, de autoria e origem desconhecida. A tradição reputa esta imagem como milagrosa, tendo vertido lágrimas em 28 de Julho de 1719.

A partir dessa primitiva imagem em Olinda, a devoção se espalhou em terras brasileiras graças a cópias na Ilha de Itamaracá, em Goiana, em Ipojuca e em São Paulo. Nesta última, em casa da família de Amador Bueno e na do bandeirante Manuel Preto, que fundou a igreja e o bairro bem conhecidos até hoje.

Os bandeirantes , por sua vez, levaram a devoção para Minas Gerais, onde, em Sabará, se erige a magnífica Capela de Nossa Senhora do Ó, em estilo indo-europeu, atualmente tombada pelo Iphan. É venerada também em Icó onde fazem uma grande festa anual e em Mosqueiro (ilha distrital de Belém-PA), onde ocorre um Círio em sua homenagem.

Iconografia:

A imagem de Nossa Senhora do Ó sempre apresenta a mão esquerda espalmada sobre o ventre avantajado, em fase final de gravidez. A mão direita pode também aparecer em simetria à outra ou levantada. Encontram-se imagens com esta mão segurando um livro aberto ou também uma fonte, ambos significando a fonte da vida. Em Portugal essas imagens costumavam ser de pedra e, no Brasil, de madeira ou argila.

Perseguição religiosa:

No começo do século XIX, mudanças no culto mariano começavam a estimular o dogma da Imaculada Conceição, o que não combinava com aquela santa em estado de adiantada gravidez, como a retratava a iconografia, estimada pelas mulheres à espera da hora do parto.

Muitas imagens foram trocadas pela da Nossa Senhora do Bom Parto, vestida de freira, com o ventre disfarçado pela roupa, ou mesmo pela imagem de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, mais condizente com os ventos moralistas de então.

Somente no fim do século XX se voltou a falar e pesquisar o assunto, tendo-se encontrado imagens antigas enterradas sob o altar das igrejas.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Nossa Senhora do Ó7

Oração a Nossa Senhora do Ó –
Festa católica de origem espanhola.

Doce Virgem Maria, cujo coração foi por Deus preparado para morada do verbo, feito carne pelas inefáveis alegrias da expectação de vosso santíssimo parto, ensinai-nos as disposições perfeitas de uma íntegra pureza no corpo e na alma, de uma humildade profunda no espírito e no coração, de um ardente e sincero desejo de união com Deus, para que o meigo fruto de vossas benditas entranhas, venha a nascer misericordiosamente em nossos corações, a eles trazendo a abundância dos dons divinos, para redenção dos nossos pecados, santificação de nossa vida e obtenção de nossa coroa no Paraíso, em vossa companhia. Assim seja! Amém!

ORAÇÃO DO DIA:

Pai, ajuda-me a contemplar tua ação maravilhosa em relação à concepção de teu Filho Jesus. Que eu reconheça nela tua oferta gratuita de salvação para toda a humanidade. Amém!

Nossa Senhora do Ó6

Oração a Nossa Senhora do Ó –
Oração a Nossa Senhora da Expectação do Parto

Ó Maria Santíssima, vós, por um privilégio especial de Deus, fostes isenta da mancha do pecado original, e devido a este privilégio não sofrestes os incômodos da maternidade, nem ao tempo da gravidez e nem no parto; mas compreendeis perfeitamente as angústias e aflições das pobres mães que esperam um filho, especialmente nas incertezas do sucesso ou insucesso do parto. Olhai para mim, vossa serva, que, na aproximação do parto, sofro angústias e incertezas. Dai-me a graça de ter um parto feliz. Fazei que meu bebê nasça com saúde, forte e perfeito. Eu vos prometo orientar meu filho sempre pelo caminho certo, o caminho que o vosso Filho, Jesus, traçou para todos os homens, o caminho do bem. Virgem, Mãe do Menino Jesus, agora me sinto mais calma e mais tranqüila porque já sinto a vossa maternal proteção.

Nossa Senhora do Bom Parto, rogai por mim!

Nossa Senhora do Ó5

Sete antífonas rezadas para Nossa Senhora do Ó:

1. Ò Sabedoria que procedestes dos lábios do Altíssimo, atingido de um fim a outro, dispondo tudo forte e suavemente.

2. Ó Adonai, Chefe da Casa de Israel, que aparecestes no fogo da sarça ardente, e que no monte Sinai destes a Lei: Vinde-nos remir com a força de vosso braço!

3. Ó raiz de Jessé, que sois como o estandarte dos povos, diante do qual os reis emudecem e a quem os gentios imploram: Vinde para nos livrar, não tardeis mais!

4. Ó Chave de Davi, cetro da Casa de Israel, que abris e ninguém pode abrir: Vinde e tirai do cárcere o prisioneiro que jaz nas trevas.

5. Ó Sol nascente, sol de justiça, esplendor de luz eterna: Vinde e iluminai os que estão mergulhados nas sombras da morte!

6. Ó rei dos gentios, ó desejado, pedra angular que unis judeus e pagãos: Vinde e salvai o homem que formastes com o limo da terra!

7. Ó Emanuel, nossa Rei e Legislador, esperança e salvação dos gentios: Vinde para nos remir!

Nossa Senhora do Ó4

Novena Breve a Nossa Senhora do Ó:

Justificação:

Numa época como a nossa, o direito à vida está profundamente ameaçado. Discute-se se o bebé que, no ventre materno aguarda o dia do seu nascimento, é ou não um ser humano. Exige-se a liberalização do aborto, sem respeito algum pelo mais indefeso dos bebés – o que não nasceu.

Urge, assim, defender aquele direito primeiro do ser humano: o direito à vida! E podemos fazê-lo pela oração e pela acção. Esta “Novena breve a Nossa Senhora do Ó” é um convite a orarmos por todos os bebés que ainda não nasceram, com Maria, que expectante, aguardou o nascimento do Seu Filho durante nove meses como qualquer outra mulher.

Nossa Senhora da Expectação ou do Ó é invocação muito antiga que queremos recuperar neste momento da história da humanidade promovendo a sua devoção. Maria soube acolher o dom da vida em Seu Filho único, Jesus Cristo. Assim, possamos nós saber acolher cada filho! Rezemos com Maria por todas as crianças que ainda não nasceram, por todas as mães que aguardam a sua chegada e por todos os pais que saibam ser dignos do dom da paternidade.

Que na festa da Expectação do Parto da Beatíssima Virgem Maria (17 de Dezembro) conhecida desde tempos imemoráveis como Nossa Senhora do Ó, sejamos capazes de ter a disponibilidade amorosa para acolher a vida nascente.

Novena

– Avé Maria, cheia de graça
– O Senhor é convosco.
– Deus, vinde em nosso auxilio
– Senhor, socorrei-nos e salvai-nos
– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
– Como era no princípio, agora e sempre.
– Ámem.

Reconheçamos as nossas faltas, para que possamos celebrar mais dignamente a Virgem Nossa Senhora, Mãe do Nosso Salvador, o Príncipe da Paz, sob a invocação da Expectação do Parto da Beatíssima Santa Maria.
(momento de silencio)

– Nossa Senhora do Ó, sede da Sabedoria, Mãe de Jesus.

– Protegei todas as mães que esperam a vinda de um filho

1 Dia:- O Sapientia

Ó Sabedoria do Altíssimo, que governais tudo com firme suavidade: vinde ensinar-nos o caminho da salvação. Ámen

Oração

Nós Te pedimos, Senhora da Expectação, que rogueis a Deus por todas as mulheres que iniciaram a sua gravidez para que possam leva-la, com felicidade, até ao fim. Por Nosso Senhor…

2 Dia:- O Adonai

Ó Chefe da Casa de Israel, que destes a Lei de Moisés no Monte Sinai: vinde resgatar-nos com o poder do Vosso braço.

Oração

Nós Te rogamos, Senhora da Expectação, que intercedais junto de Vosso Filho, Jesus Cristo, pelas mães que acolham o filho que trazem no ventre já no segundo mês de gravidez. Cobri-os com a vossa benção protectora. Ámen.

3 Dia: – O radix Jesse

Ó Rebento da raiz de Jessé, sinal erguido diante dos povos, vinde libertar-nos e não tardeis mais.

Oração

Nós Te rogamos, Senhora da Expectação, que intercedais junto de Vosso Filho, Luz dos Povos e libertador dos oprimidos, por todas as mães, especialmente por aquelas que vão já no terceiro mês da gravidez. Ámen.

4 Dia:- O clavis david

Ó Chave da Casa de David, que abris e que ninguém pode fechar, fechais e ninguém pode abrir: vinde e libertai todos os que vivem nas trevas do cativeiro e nas sombras da morte.

Oração:

Ó Senhora da Expectação ouvi as súplicas que Vos dirigimos, purificando-as, entrega-as a Teu Filho, para que abra em nós as portas da compaixão e ilumine os corações de todas as mulheres que já vão no quarto mês de gravidez para que acolham com amor aquele filho que trazem consigo. Ámen.

5 Dia:- O oriens, aeternae

Ó Sol nascente, esplendor da luz eterna e Sol da Justiça: vinde iluminar os que vivem nas trevas e na sombra da morte.

Oração

Nós Te rogamos, mãe do Sol sem ocaso, da justiça plena, intercedei junto de Vosso Filho, o Sol da Justiça, por todos aqueles que não sabem ou não querem acolher o filho que lhes foi confiado e que já conta cinco meses de vida. Amém.

6 Dia:- O Rex gentium

Ó Rei das nações e Pedra angular da Igreja, vinde salvar o homem que formastes do pó da terra.

Oração:

Ó Senhora da Expectação, Mãe admirável do Rei das nações rogai a Deus Pai, por Vosso Filho Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo, por todos os bebés que já com seis meses aguardam o seu dia natal e fortalecei seus pais com esperança amorosa. Ámen.

7 Dia:- O Emanuel

Ó Emanuel, nosso Rei e Legislador, esperança das nações e salvador do mundo: vinde salvar-nos, Senhor nosso Deus.

Oração:

Ó Senhora da Expectação, que geraste o Salvador do mundo, Deus connosco, intercedei junto d’Aquele que, com Amor, trouxeste no Vosso ventre por todos os pais que aguardam expectantes o nascimento de seu filho e que já tem sete meses de vida. Ámen.

8 Dia:

Ó Senhora da Expectação, ilumina os dias de todos os que aguardam o nascimento de um filho e dá a todas as mães uma hora feliz e a alegria a todos os pais no acolhimento ao filho que esperam e que já está no seu oitavo mês de vida. Ámem.

9 Dia:

Ó Senhora da Aurora do Sol nascente, hoje alegram-se os Céus e a terra e os anjos cantam sem cessar: Glória a Deus! Glória a Deus pelo Filho que nos deu e por aquele que, completando-se a gravidez, vai colocar no regaço de cada Mãe e de cada Pai. Permiti que este cresça em Graça e Sabedoria e dai força necessária a seus pais para cumprirem a sua missão na alegria e na esperança. Amém.

Pai Nosso…

Avé Maria…

Glória…
– Nossa Senhora do Ó
– Abençoais todas as mães.
– Bendigamos ao Senhor.
– Demos graças a Deus.

Oremos:

Que a bênção de Deus, Pai, Filho e espírito Santo, desça sobre cada bebé que vai nascer e que a Senhora do Ó o cubra com a Sua Misericórdia. Ámen.

…voltar

Militia Sanctae Mariae
– Companhia Regular e Militante dos Cavaleiros de Santa Maria (Portugal) –

Nossa Senhora do Ó3

Oração á Nossa Senhora do Ó para engravidar:

Oração Pela Graça da Paternidade e da Maternidade através de Maria.Mãe
da Vida, Mãe da Luz que a todos conduz. Mãe dos Homens, Senhora da
Natividade fazei propícia minha oração a Vosso Filho e Senhor Nosso
Jesus Cristo. Intercedei ó Boa Mãe por nós que pedimos a Deus pela graça
da paternidade e da maternidade.Reconhecemos Senhor que só Tu és doador
da vida, pois és o Senhor dela e pedimos que em sua infinita bondade
tome nossos corpos, homem e mulher, como instrumentos da multiplicação
da vida sobre a Terra. Senhor, tu dissestes: ” Crescei e
multiplicai-vos.” Concedi-nos Senhor sermos dignos da vossa palavra e
que ela se cumpra entre nós. Amém!

Nossa Senhora do Ó2

Novena em Honra da Santa Gravidez de Nossa Senhora:

Para ser rezada diariamente, durante 9
dias consecutivos, em qualquer época.

Ó Maria, Virgem Imaculada, Porta do Céu e Causa da Nossa Alegria, respondendo com generosidade ao Anúncio do Arcanjo São Gabriel, Vós pudestes dar curso ao plano de Deus para a minha salvação. Vós fostes,
pela Providência Santíssima, desde toda a eternidade, constituída Vaso de Eleição e morada digna do verbo de Deus Encarnado. Pelo vosso “sim” e fidelidade ao Pai Celeste, o Espírito Santo teceu em vosso ventre Nosso
Senhor, Javé Salvador.
Eis que desejando que o Filho de Deus que quis nascer em Vós, nasça também em meu coração e conceda-me o perdão de meus pecados, prostro-me aos vossos pés e vos imploro, Nossa Senhora da Achiropita, Aparecida e Rosa Mística, com todo o fervor de minha alma, que vos digneis alcançar-me, do vosso Amadíssimo Filho, a graça que tanto necessito de engravidar e de ser mãe, junto com minhas companheiras nessa oração (colocar o nome das demais).
Ouvi minha súplica, ó Virgem Santíssima, Nossa Senhora de Caná e de Pentecostes, Vós que, perante o Trono da Graça, sois a “Onipotência Suplicante”, enquanto vou considerando, com reverência e filial afeto, todos os momentos de dor e de alegria, de desolação e de providência, que vos acompanharam em vossa bendita, augusta e singular Gestação, na qual trouxestes em vosso ventre o Filho do Deus Altíssimo.
E se não bastassem os meus pedidos, ó Senhora dos Remédios, do Bom Parto e do Perpétuo Socorro, ainda vos peço, em virtude de vossos cuidados e suplícios para com Jesus em vosso ventre, por todas as mães grávidas,
para que tenham uma boa hora e também por todas aquelas que passam por uma gestação delicada, pelas que são atormentadas pela idéia de abortar seus filhos e pelas que não podem ou não conseguem tê-los.
Ó Senhora do Carmo, das Dores e da Defesa, mão e colo que embalaram Jesus, consolai e recompensai todas as mães que geram filhos para Deus, instruindo-os na fé ou entregando-os para a vida sacerdotal e religiosa.
Nossa Senhora da Anunciação, rogai por nós.
Nossa Senhora de Belém, rogai por nós.

Rezar 9 Ave-Marias, em honra de cada um dos 9 meses em que Jesus esteve no ventre de Nossa Senhora, acompanhadas da seguinte jaculatória: Benditas sejam a Santa Gravidez e a Imaculada Conceição da Bem-Aventurada sempre Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Mãe.

One thought on “Nossa Senhora do Ó”

  1. Em Mosqueiro, ilha pertence a Belem do Pará, existe anualmente o Círio de Nossa Senhora do Ó, realizado sempre no segundo domingo de dezembro.

Deixe uma resposta