Que valha a pena

O jovem
contemplava o oceano no convés
de um navio cargueiro
quando uma onda inesperada o atirou no mar.
Depois de muito esforço,
um marinheiro conseguiu resgatá-lo.

– Obrigado por salvar minha vida – disse o rapaz.

– Tudo bem – respondeu o marinheiro.

– Mas procure vivê-la como algo
que valeu a pena salvar.
(Texto retirado da “Coleção Contos do Alquimista”
de Paulo Coelho)

 

Deixe uma resposta