Pegadas na areia

Esta noite eu tive um sonho.
Sonhei que caminhava pela praia,
acompanhado do Senhor,
e que na tela da noite estavam sendo retratados
todos os meus dias.
Olhei para trás e vi que,
a cada dia que passava no filme da minha vida,
surgiam pegadas na areia,
uma minha e outra do Senhor.

Assim continuamos andando
até que todos os meus dias se acabaram.
Então parei e olhei para trás. Reparei…
Que em certos lugares havia apenas uma pegada…
E esses lugares coincidiam justamente
com os dias mais difíceis da minha vida.
Os dias de maior angústia, de maior medo, de maior dor…

Peguntei então, ao Senhor:
“Senhor, Tu disseste que estarias comigo
todos os dias de minha vida e
eu aceitei viver contigo, mas porque tu me deixaste
nos piores dias de minha vida?”

E o Senhor respondeu-me:
“Meu filho, eu te amo!
Disse que estaria contigo por toda a tua caminhada
e que não te deixaria um minuto sequer.
E não te deixei…
Os dias em que tu viste apenas uma pegada na areia,
foram os dias que te carreguei em meus braços!”

 

Deixe uma resposta